15 de ago de 2011

10 Years - Fix Me



Á partir de hoje, eu vou fazer uma coisa legal na área de músicas aqui do Recanto, fazer um crítica sobre o clipe e hoje vai minha primeira, deixando claro que não falarei sobre as músicas somente sobre o clipe, ou seja, sobre a imagem que ele apresenta.

Crítica: Gostei desse clipe do 10 Years, porque ironizou os tipos de rockeiros que nós, jovens, mais odiamos. Que são os famosos "haters", eu fico pensando, á cadia dia, será mesmo que a música ficou tão ruim ao ponto de merecermos ser odiados por esses velhões fãs de Iron Maiden, AC/DC, KISS, etc.. ?! Eu acho que não, a música não evoluiu muito de lá pra cá, existem muitas bandas boas e muitas bandas ruins, igualmente naquela época. Afinal que fã do Iron Maiden gostaria de Sex Pistols, tempos atrás, por exemplo?! Hoje é a coisa mais comum um rockeiro gostar de várias bandas de rock de estilos diferentes e de épocas diferentes, merecemos ser odiados por isso (eu acho que não)?!  Cada um tem seu jeito de ver e enxergar o rock, existem rockeiros que agem que nem funkeiros/pagodeiros e usam o rock como uma máscara para pegar garotas (não, não estou julgando, mas particularmente acho rídiculo isso, já que através do rock, eles falam mal de um estilo e fazem igual ou pior, mas claro que existem sim bandas de rock que encorajam isso, nada contra, mas porra!! Eles tem dinheiro para pagar prostitutas, whisky e tudo o mais que eles quiserem, você NÃO É SEU ÍDOLO, então acorda pra vida seus jovens de merda!! Ou rockeiros de merda, whatever...), existem outros que se dizem "punk", mas deveriam ser 'rebeldes sem causa', porque realmente eles não lutam contra o governo, são contra a mídia (mas dúvido que não liguem a televisão em casa) e por aí vai... Enfim, o clipe nos faz refletir sobre tudo isso, até onde o rock deixa de ser uma arte para nos influenciar na vida real e até onde devemos permitir que isso aconteça sem nos prejudicar?! Em contrapartida o cantor deixa claro na letra "Estou bem nesse fogo, eu alimento ele.", ou seja, ele não nos encoraja a entrar nesse meio, porque ele está queimando diariamente por conta disso, mas ele não liga, devido ao trecho que vem em seguida "Não tente me consertar." e provavelmente ele deve estar vivendo melhor que vocês rockeiros que acham que a definição de rock é "Sexo e Drogas", como eu disse: nada contra, mas nada (igualmente) á favor.

Bom, essa é minha análise, espero que gostem e reflitam, em breve outras!

Nenhum comentário: